sexta-feira, abril 01, 2005

Do inesperado

...Encontrou-se inesperadamente entre serpentes que visavam-no com todo o ódio que um ser do mal poderia carregar. Viu-se perdido, apavorado, correu com a esperança, dali muito distante, de uma salvação. A ponte, logo ali em frente seria a única chance, então correu, correu como nunca correra antes, quando fechou o livro. Leria mais amanhã...